MANIFESTO DE ITU:

DOCUMENTO CONTRÁRIO À APROVAÇÃO DO ABORTO EM CASOS DE ANENCEFALIA *

Paulo Roberto Campos

 

     Aproximadamente 200 pessoas participaram das palestras sobre o aborto em casos de anencefalia, no dia 17 último, em Itu (interior de São Paulo). Na ocasião ocorreu também o lançamento da campanha anti-aborto, denominada Brasil Pela Vida.

     Alguns jornais locais e a TV Convenção, divulgaram notícias a respeito do evento, que foi realizado no Espaço Fabrica São Luiz.

     O primeiro palestrante, o Dr. Rodrigo R. Pedroso, da OAB/SP, apontou questões jurídicas da ADPF 54 (Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental), que visa despenalizar o aborto de nascituros anencéfalos. Por sua vez, o Dr. José Haddad Jr, presidente da campanha Brasil Pela Vida, ressaltou os absurdos defendidos pelos protagonistas do aborto.

Dr. Rodrigo R. Pedroso, da OAB/SP

Dr. José Haddad Jr, presidente da campanha Brasil Pela Vida

     Atraiu muito a atenção de todos, a menininha Letícia. Com apenas 4 anos, a sorridente Letícia foi levada ao evento por sua avó, Da. Gina. A criança padece de hidrocefalia. Se for legalizado o aborto de anencéfalos, incontáveis outras Letícias poderão receber a “pena de morte” antes mesmo de nascer.

     Presente também a mãe da menina Mariana Franco — criança nascida com anencefalia — Da. Luciana Franco Costa da Silva. Ela foi pressionada de todos os modos para abortar sua filha, pois, diziam, nasceria morta. Entretanto, pôde conviver e dispensar seu carinho materno a Mariana por 2 anos e 4 meses.

     Os presentes assinaram um documento — "Manifesto de Itu" — endereçado à Frente Parlamentar pela Vida, apontando os graves malefícios da aprovação do aborto de anencéfalos pelo STF. [1]

 

     _________

    NOTAS:

    1 - O Manifesto de Itu pode ser assinado no endereço:

    http://www.brasilpelavida.org/bpv/acao/camp.php?Camp=26

     _________

 

     * Artigo publicado no Blog da Família.    

 

 

_________