UNOAMÉRICA CRITICA OS QUE APOIARAM O REGRESSO CLANDESTINO DE ZELAYA

 

UNOMÉRICA

    

     Não tem nenhum sentido que Zelaya regresse quando seu período presidencial está terminando e quando é evidente que sua presença não pode gerar outra coisa senão enfrentamentos.

     UnoAmérica considera que Lula arrancou a máscara, tirou seu disfarce de moderado e agora está imitando o mesmo método que usa Chávez para intervir nos assuntos internos de outros países e para colocar seus aliados no poder.

 


Zelaya dentro da Embaixada do Brasil

     Buenos Aires, 21 de setembro. Delegações da União de Organizações Democráticas da América — UnoAmérica — provenientes da Bolívia, Colômbia, Honduras, Peru, Uruguai e da própria Argentina, reunidas hoje nessa cidade,  criticaram duramente os setores internacionais — entre eles Lula e Chávez — que promoveram o retorno clandestino de Manuel Zelaya a Tegucigalpa.

     O único objetivo dessa manobra é provocar a violência e incendiar o país, posto que a crise esteja a ponto de ser resolvida com a realização das próximas eleições. Não tem nenhum sentido que Zelaya regresse quando seu período presidencial está terminando e quando é evidente que sua presença não pode gerar outra coisa senão enfrentamentos.

     UnoAmérica considera que Lula arrancou a máscara, tirou seu disfarce de moderado e agora está imitando o mesmo método que usa Chávez para intervir nos assuntos internos de outros países e para colocar seus aliados no poder. Lula teve que aprovar pessoalmente a entrada de Zelaya na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa e deve ter medido as conseqüências desestabilizadoras dessa absurda decisão.

     UnoAmérica realiza em Buenos Aires um congresso internacional, em que se analisam as ameaças existentes contra a segurança e defesa da região.

     _________

     Publicado no site de UnoAmérica.

     Tradução: André F. Falleiro Garcia.

     _________

     Artigos relacionados:

 

Honduras: erros táticos comprometem a estratégia continental neocomunista

Honduras e o Sangue de Cristo

Honduras: caso emblemático de escandalosa intervenção chavista

Kerenskismo obamista, Honduras e o abismo chavista

Os amigos hondurenhos das Farc

O caminho a seguir para Honduras

O plano macabro de um delinqüente internacional

Aonde vai a OEA?

Chávez e o paradoxo de Insulza

Honduras

Golpe de Estado em Honduras?

Golpe em Honduras? Que golpe?

Honduras e Chávez: o que a mídia não está informando nos Estados Unidos

Carta de renúncia de Valladares à Fundação de Direitos Humanos

 

 

     _________