t

DIREITA CATÓLICA SACRAL: A SACRALIDADE NO SOLDADO UCRANIANO

André F. Falleiro Garcia

 

________

 

     A gravura ilustra a capa de livro de poemas de um guarda de fronteira ucraniano. Lá já se passaram dois anos de intensos conflitos. Parte do território, a Crimeia, foi perdida, sem luta, para o imperialismo russo, graças aos artifícios da guerra psicológica revolucionária. Outra parte da Ucrânia está mergulhada na heroica luta sangrenta contra o invasor.

direita catolica sacralO Paladino

     O soldado está ajoelhado. Tem fé católica. Segura uma espada na qual está enrolado o terço. É homem de oração.
     O artista não quis destacar a fisionomia do guerreiro que está de costas para o sol. Realçou os detalhes de seu uniforme. A espada sobressai, tanto ou mais do que o seu corpo. Essa arma medieval não é mais empregada nos combates mas a inspiração artística a inseriu na cena pela sua forte conotação simbólica. Evoca o heroísmo, a cavalaria medieval, as cruzadas. A luminosidade do sol e das nuvens sugere a presença de Deus, a quem são dirigidas as orações. O guarda de fronteira reza por si mesmo, pela sua vida e salvação de sua alma. Reza pela sua família e sua pátria. Em uma palavra: está empenhado numa cruzada.

     Não há no cenário nenhuma igreja ou altar. Nem se nota a presença de sacerdote. Entretanto, a cena é religiosa e sacral. 

     É religiosa porque apresenta a relação do homem com Deus. A criatura ajoelhada ao se comunicar com o Criador. É sacral, porque é retrato de algo que se passa na sociedade temporal, mas que remete intensamente ao mundo sobrenatural. A sacralidade é a manifestação ou presença, numa cena da vida temporal, dessa realidade superior que de algum modo se faz notar, do invisível no visível, do abstrato no concreto, do metafísico no corpóreo, do divino no humano. 

     O naturalismo leva o homem a ter uma visão da vida na qual Deus nunca está presente. Certo catolicismo de sacristia confina a religião no recinto do altar e no convívio com o clero. Pelo contrário, a visão católica sempre teve a nota marcante da sacralidade. Trata-se de impregnar intensamente a vida social temporal com as referências para o mundo simbólico, do belo, do bom, do verdadeiro, e também com tudo aquilo que evoca ou remete para o santo, para o sacrossanto. A sacralização da ordem temporal é o que Pio XII denominou “consecratio mundi”.

     O neocomunismo se empenha no contrário disso. Procura retirar do ordenamento social as leis, costumes, instituições, que possuem carga simbólica sacral. Solapa a família, aniquila a propriedade privada, desqualifica as Forças Armadas. Entra a fundo nas mentalidades, procura delas extrair o senso comum plasmado pela ordem natural e pela civilização cristã, para substituí-lo pelo sentido socialista, coletivista, ateu, igualitário, imoral. Retirar das Forças Armadas a mística sacral é retirar-lhe a alma. Retirar da família o caráter sacral é abrir os lares para a entrada de todos os vícios. Retirar da sociedade temporal a sacralidade é transformá-la numa antecâmera do inferno. 

     Pelo exposto, compreende-se que a direita católica sacral seja o filão no movimento católico que se empenha na sacralização da sociedade temporal e em contra-arrestar a dessacralização, tanto a promovida pelo neocomunismo em suas variadas formas de atuação, quanto a empreendida pela esquerda católica progressista. Já escrevemos sobre a “Direita Católica”. Agora aprofundamos o caráter sacral dela, ao considerar a sacralidade do soldado ucraniano. De fato, nas fileiras ucranianas que se opõem a Putin, distingue-se um destacamento de bravos chamado Setor Direita. No Brasil de hoje, como nunca antes, é necessária a atuação da direita católica sacral, dentro da lei de Deus e da lei dos homens, para opor barreiras à investida neocomunista e progressista.

     _________

 

     ARTIGOS DE INTERESSE RELACIONADOS:

Direita católica: o que é

O que é a direita católica e quais são os elementos centrais que configuram o seu perfil e identidade. Por André F. Falleiro Garcia – 27 março 2016.      

 

___________________________________

 

 

TOPO

 

HOME NOVIDADES

IGREJA MUNDO SACRALIDADE

ESPIRITUALIDADE HISTÓRIA GUERRA PSICOLÓGICA